Crédito da Imagem: CARLOS RHIENCK/HD

A Copa do Mundo chega oficialmente ao fim, deixando para trás muitas histórias de torcedores e várias controvérsias políticas sobre a realização do evento no Brasil. Aqui em AMI, a competição resultou em dois saldos positivos, concretizados na forma de trabalhos muito legais.

O primeiro deles foi a produção de conteúdo para a primeira edição do Guia das Artes, publicação que mapeia os principais equipamentos culturais de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Foi com muito prazer que recebemos o convite da Secretaria do Estado de Cultura de Minas Gerais, que em parceria com o Circuito Cultural da Praça da Liberdade e com a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, lançou o livreto que auxiliou os turistas a conhecer melhor a cultura da cidade. Foi incrível ver de perto a quantidade de atividades interessantes que movem a cena artística da capital mineira! Para conferir a versão digital do Guia, clique aqui.

Também tivemos a feliz oportunidade de participar do projeto que levou para as ruas de Belo Horizonte o trabalho dos alunos da Escola Oi Kabum! de Arte e Tecnologia. Durante um mês, o nosso designer e educador Ronei Sampaio conduziu um processo artístico junto aos jovens artistas da escola, que estilizaram dez orelhões urbanos. As intervenções foram inspiradas nos temas futebol e cultura nacional.

Lançando mão de tintas acrílicas e canetas poscas de diversas cores, os estudantes desenvolveram diversas linguagens visuais para expressar os conceitos Tradições do Futebol, Futebol e Brincadeira, A Torcida do Futebol, Futebol e Afeto e Futebol e Diversidade. As peças criadas estão espalhadas pelas ruas e avenidas de Belo Horizonte e virou até notícia do Jornal Hoje em Dia.

 

Intervenção urbana Oi Kabum Orelhões

Foto:  David Pampolini

foto 03

Foto: David Pampolini

foto 04

Foto: David Pampolini

foto 05

Foto: David Pampolini